Cidades

Vila Flores

A vinda de imigrantes europeus para o Brasil direcionou- se mais por alemães e italianos, sendo que os primeiros alemães chegaram em 1824 atraídos principalmente pelo clima, estabeleceram-se na região sul e, 50 anos depois, em 1875, começaram a chegar os italianos, motivados pelas guerras de unificação, o serviço Militar, que durava três anos e pela expansão do latifúndio. Tal imigração era um alívio para o governo italiano, pois com o regime o Liberalismo e o fortalecimento da burguesia, a maioria das terras caíam nas mãos dos latifundiários. Coagidos, os pequenos tornavam- se dependentes dos grandes latifundiários e restava-lhes a esperança de realização econômica na América, já que na Segunda metade do século XIX, com a eminente tentativa de Abolição da Escravatura, eram oferecidas vantagens para os imigrantes brancos que aqui chegassem, assim um milhão de italianos no final do século aqui chegaram e, parte deles, optou em trabalhar nos cafezais de São Paulo para substituírem a mão de obra escrava, e, os demais, estabeleceram- se na região serrana do sul do país, por verem- se como agricultores livres e realizarem o sonho que não haviam conseguido realizar no seu país de origem.
A partir de 1830, todo o território desta região pertencia ao município de Santo Antônio da Patrulha, o qual era ligado a capital por uma estrada geral. Neste percurso os fazendeiros abriam picadas e caminhos e, consequentemente, pequenos núcleos de pessoas.
O excesso de pretendentes nas colônias Conde D’ E u e Dona Izabel, obrigou a inspetoria geral de colonização a planejar a criação de novas colônias. Exemplo disso foi a Colônia de Alfredo Chaves instalada, em 1884, num local conhecido como Roça Reiuna.
Por volta de 1884, surge a capela de Santo Antônio de Pádua com a construção de algumas casas. A posição intermediária entre Alfredo Chaves e Capoeiras, permitiu que se tornasse um local de descanso para pouso e refeição dos carreteiros que ali passavam. Este local com o tempo passou a denominar-se Pinheiro Seco, devido ao fato de um pinheiro resistir às labaredas provocadas pelas queimadas para o plantio do milho.
Em 15 de janeiro de 1898, a Colônia de Alfredo Chaves, atual Veranópolis, desmembrou-se de Lagoa Vermelha e é elevada a categoria de município, abrangendo monte Vêneto (Cotiporã), Bela Vista (Fagundes Varela), Pinheiro Seco (Vila Flores) e Capoeira (Nova Prata).
Em 1920, Pinheiro Seco passa denominar- se VILA FLORES, em homenagem à família Fiori, uma das primeiras famílias que ali se estabeleceram, iniciando diversos negócios.
Sob a Administração Municipal de Fabiano Rescke, Vila Flores é elevado a categoria de quarto distrito do município de Veranópolis, através da resolução 217, de 1951. No dia 12 de maio de 1988 foi oficializada a criação do Município de Vila Flores.

como chegar

Programação em
Vila Flores

Realização

Patrocínio

Apoio